Papa Francisco incentiva a reagir diante da pandemia de coronavírus

Assim indicou o Santo Padre nesta segunda-feira, 30 de março, no início da Missa na Casa Santa Marta.

 

“Rezemos hoje pelas muitas pessoas que não conseguem reagir: permanecem amedrontadas com esta epidemia. Que o Senhor as ajude a reerguer-se, a reagir para o bem de toda a sociedade, de toda a comunidade”, pediu o Papa.

 

Além disso, durante sua homilia, o Pontífice refletiu sobre as leituras da Liturgia do dia, para incentivar os fiéis católicos a não se envergonharem por estarem na Igreja, mas se envergonharem por serem pecadores.

 

Referindo-se às duas narrativas diferentes das Sagradas Escrituras, que narram duas mulheres como protagonistas e também descrevem as reações das pessoas que contemplam a cena, o Santo Padre explicou o que o Senhor faz com cada personagem.

 

"O que o Senhor faz com essas pessoas?", perguntou o Pontífice, que explicou: “À mulher inocente, a salva, lhe faz justiça. À mulher pecadora, a perdoa. Aos juízes corruptos, os condena; aos hipócritas, os ajuda a converter-se".

 

Por essa razão, o Santo Padre lembrou que “cada um de nós tem as próprias histórias. Cada um de nós os próprios pecados. E se não se recorda, pense um pouco: os encontrará”, alertou.

 

"Agradeça a Deus se os encontra, porque se não os encontra, você é um corrupto. Cada um de nós tem os próprios pecados. Olhemos para o Senhor que faz justiça, mas que é tão misericordioso. Não nos envergonhemos de estar na Igreja: envergonhemo-nos de ser pecadores”.

 

Nesta linha, o Papa enfatizou: “A Igreja é mãe de todos. Agradeçamos a Deus por não sermos corruptos, por ser pecadores. E cada um de nós, olhando como Jesus age nestes casos, confie na misericórdia de Deus. E reze, confiante na misericórdia de Deus, porque o Senhor guia pelo justo caminho”.

 

Antes de concluir a Missa, o Santo Padre rezou novamente em silêncio diante do Santíssimo Sacramento e concedeu a Bênção Eucarística.

 

Fonte: ACI Digital

 
Indique a um amigo
 

Copyright © Renovação Carismática Católica - Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados