Diário do Hosana l Eu quero mais de ti, Senhor

No final da tarde de sábado, Luciana Belúcio ministrou a pregação com o tema “Eu quero mais de Ti”. A pregadora afirmou que o homem nasceu com a necessidade de plenitude, de querer mais. Contudo, muitas são as vezes que, em nossas vidas, aparecem dificuldades e paramos de desejar a plenitude. O mundo insistentemente apresenta necessidades irreais e mentirosas que nos seduzem, mascaram a nossa vontade de ter Deus e escondem o que é realmente necessário, o que vem do Senhor.

Quando o jovem passa por um retiro, uma primeira experiência, um primeiro amor dado pelo Batismo no Espírito Santo, ele volta para a casa com o objetivo de mudar tudo e todos, pois está cheio do Espírito e o Espírito transborda nele. Porém, quando volta para sua rotina, a realidade geralmente é difícil: é cheia de desconfortos, maus entendidos e contendas, e isso por vezes acaba abafando a fé e fazendo regredir.

É possível, no entanto, viver essa mesma intensidade presenciada em um retiro, em um Hosana, todos os dias! Vivendo no exercício diário da perseverança na fé, vamos sendo modificados a partir da intimidade com o Espírito Santo, este que é o mover de Deus que nunca para.

Alguns, quando alcançam “certo nível de santidade”, acreditam que já tiveram seu objetivo em Deus cumprido. A pregadora Luciana refletiu com os jovens que não é porque um carismático vai sempre ao Grupo de Oração, não mata, não rouba ou não faz mal a alguém que ele está necessariamente cumprindo toda a plenitude que Deus espera para a sua vida.

O Espírito Santo não nos permite estagnar, pois não existe rotina ou mesmice para Ele. Quando o Espírito habita em nós, progredimos. E se não habita, regredimos. Não há meio termo: é necessário progredir e crescer na fé mesmo na dificuldade.

Conforme Atos 4, 24-31, é necessário seguir o exemplo dos apóstolos que suplicaram ao Pai para que anunciassem a Santa Palavra com desassombro: mal acabaram de rezar e começaram com intrepidez a anunciar a Boa Nova: “Sim, irmãos, os apóstolos estavam pregando o Evangelho em nome de Jesus mesmo sendo perseguidos e interrogados”, pronunciou Luciana.

Quando as dificuldades aparecem, é tendencioso que nos acomodemos, pois nos conformamos com as tribulações do nosso trabalho, família ou escola. Deus é educado e não consegue transformar os ambientes que nós não O convidamos ou permitimos que Ele aja. Muitas são as vezes em que nos falta ousadia para progredir com Ele, a mesma ousadia que os apóstolos tiveram após a sua oração.

O Senhor deseja e quer fazer mais na sua vida. Ele quer intensificar a sua entrega. Para cada novo instante, o Senhor tem uma nova unção na sua vida. Cada novo minuto pode ser considerado uma nova missão e é possível pedir uma nova unção a todo momento: para fazer uma nova oração, para prosseguir com as dificuldades na escola ou no trabalho, e até para escovar os dentes. Enfim, não interessa! O mundo pode estar desabando e, mesmo assim, sempre poderemos pedir uma nova unção e alcançar com o Senhor, por meio da Sua unção, as graças em nossa vida. Com Ele tudo é novo, tudo é renovado.

Durante a pregação, Luciana disse que, ainda muito nova, se perguntou porque precisava estudar. Todos diziam que era para ter estabilidade financeira e conseguir o seu sustento. Com o passar dos anos, ela entrou na faculdade, formou-se, passou no concurso público, conseguiu a tal estabilidade financeira e começou a ajudar sua família. E as missões que Deus lhe pedia? Bom, quando sobrava tempo, ela fazia, mas Deus sempre lhe perguntava se essa “intimidade” que ela estava tendo com Ele era o suficiente. A pregadora, então, resolveu largar a sua estabilidade e todos os seus confortos para viver, de fato, das missões que o Senhor a propunha e hoje, ela vive a plena felicidade que Deus sempre desejou para ela.

O Papa emérito Bento XVI nos ensina que a caridade, o amor de Deus, opera em nós em três dimensões: em sentimento, inteligência e vontade. Para sermos plenamente perfeitos em Deus, precisam operar essas três dimensões, ou seja, Ele precisa e quer operar em todo o nosso ser para que, só assim, sejamos felizes, partilhou Luciana. 

Um momento intenso de oração foi vivido após a pregação, no qual os jovens suplicaram para que Deus esteja a trabalhar em todas as áreas de nossas vidas, desprendidos de qualquer inclinação ou paixão mundana. 

 
Indique a um amigo
 
 

Copyright © Renovação Carismática Católica - Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados