Diário do Hosana l Renascidos no ventre de Maria

“Renascidos no ventre de Maria” foi o tema da primeira pregação do 21° Hosana Jovem, ministrada pela coordenadora diocesana do Ministério Jovem, Francielle Cristina de Borba. O tema foi um direcionamento profético, um presente dado à Diocese no começo deste ano.

Assim, a Palavra escolhida para o primeiro momento da manhã foi o Evangelho de São João, capítulo 2, 1-10; convidando todos à reflexão pelo olhar de Maria, que intercedeu a Jesus para que transformasse a água em vinho. Não em um vinho qualquer, mas o novo e melhor vinho das Bodas de Caná na Galiléia.

Mãe é mãe, não é mesmo? Maria vendo a falta do vinho, voltou-se a Cristo, que lhe respondeu “Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou”. E mesmo ouvindo o que Jesus lhe disse, a Mãe voltou-se aos serventes das Bodas e disse-lhes: “Fazei o que ele vos disser”. 

Maria é aquela que vê a necessidade dos seus filhos, nós, que precisávamos do precioso Sangue de Cristo nas Bodas e que ainda precisamos todos os dias. É aquela que nos guarda constantemente e que nos ensina a pedir, como neste santo exemplo e em tantos outros, por graças que aos nossos olhos talvez achemos impossíveis de alcançar.

E a exemplo dEla, a oração, após a pregação, foi inclinada a guardarmo-nos uns aos outros, assim como Nossa Senhora o faz. Guardarmos nossos jovens, nossos servos, nossos coordenadores, nossos Grupos de Oração e nossas cruzes, dadas simbolicamente a cada coordenador de GOJ na última edição do Hosana.

Como um primeiro convite que Deus nos faz neste retiro e por uma nova geração de carismáticos, renasçamos no santo ventre de Nossa Senhora! Que possamos voltar o nosso olhar à Mãe, como o olhar de uma criança que quer seguir o exemplo dos pais. Que possamos nos deixar ser moldados nela, afinal, como já dizia a música: Ela é “Forma Dei, molde dos cristãos, és Rainha! Mãe do meu - nosso - coração”.

 
Indique a um amigo
 
 

Copyright © Renovação Carismática Católica - Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados