Diário do Hosana l Se o Senhor é plenamente feliz, por que Ele criou a ti, a mim, a nós?

Deus, em Sua perfeição, sempre convida os seus filhos a ter uma nova experiência a cada encontro, independente se é a primeira vez que participa de um momento de oração ou se é a 21ª. Nosso Senhor é sempre novo e renova Seus filhos.

Com o tema "és precioso aos meus olhos", a pregadora Luciana Belúcio, integrante da equipe nacional do Ministério Jovem, explicou que, sendo perfeito, Deus também é plenamente feliz, completo e satisfeito, mas levantou um questionamento: Se o Senhor é plenamente feliz, por que Ele criou a ti, a mim, a nós? Ele já está satisfeito e completo. Ele já está feliz e não precisa do homem para O fazer mais feliz. Aí vai a resposta: porque é próprio da felicidade que ela seja compartilhada. Mesmo assim, Deus não precisa do homem para partilhar a felicidade, Ele se basta, mas Deus é sempre novo, e Ele, em Sua bondade e em Sua “infinitude”, quis se superar. Ele não se conteve em partilhar Sua plenitude e Sua felicidade apenas com Ele mesmo.

Está escrito em Gênesis que em cada coisa que Ele criou: água, terra, céu e mar; viu que era bom. Ele transbordou amor! Ainda assim, Deus quis mais. Ele quis compartilhar a Sua felicidade com algo que O entendesse, e cá estais: Deus criou você.

E Deus é tão bom e tão pleno em felicidade que, às vezes, Ele se surpreende; e foi isso que aconteceu quando Ele criou a humanidade. Ele se surpreendeu com a Sua criação e se apaixonou. Só que Deus não parou por aí, Ele quis ainda mais, e decidiu compartilhar a Sua divindade conosco; quis que pensássemos o que Ele pensava, desejássemos o que Ele desejava.

Enquanto Ele planejava como compartilhar toda essa plenitude conosco, o homem pecou. Nós pecamos e renunciamos o Seu amor. Nós dissemos não àquEle que perfeitamente nos amou.

No entanto, o Senhor é apaixonado por Sua criação, e a pregadora, emocionada, repetiu com a juventude carismática joinvillense: “eu sou o filho amado do Pai, sou o filho predileto, em quem Deus pôs toda a Sua afeição”. Introduzindo o último momento de oração da primeira manhã do Hosana, Luciana fez a todos perceber que Deus não desistiu de você, de mim, de nós. Ele enviou o Seu único filho para cuidar de nós, nos amar, e nos ajudar a experimentar a natureza divina dEle, independente do tamanho dos nossos erros. A pregadora nos conta que perguntou a Deus o que significava a passagem de Isaías 43, 4 que diz: “troco nações em troca de ti”; afinal, qual o tamanho deste tão grande amor? E o Senhor lhe respondeu: “Eu já troquei reinos por você”. De fato, todos os reinos da terra e a Sua própria majestade.

O Senhor nos deu o Seu tudo na Santa Cruz, pela Santa Paixão que tinha por nós: seus filhos adotivos pecadores, mas imensamente amados.

 
Indique a um amigo
 
 

Copyright © Renovação Carismática Católica - Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados