RCC meu jeito de ser católico

Depois de um breve intervalo, o retiro teve continuidade com um momento de animação. “É o Espírito Santo que manifesta a alegria nos carismáticos, que bonito ver a Diocese de Joinville unida, se alegrando no Senhor” declara o vocalista.

Com um tema instigador, Paulo Mecabó, presidente da RCC de Rio Grande do Sul, lê a passagem de I Coríntios 12, 27 e enfatiza a necessidade de sermos Igreja como a Igreja é, adaptando nossa vida ao Catolicismo, propriamente dito, não somente na teoria, mas, também, na prática, transformando os ambientes em que nos encontramos, as situações que vivenciamos, moldando nossa vida ao plano de Deus para cada um de nós. “Somos inimigos da Igreja quando falamos mal do Padre, quando reclamamos ou julgamos as pessoas”, diz Paulo, fazendo menção à unidade necessária no nosso Grupo de Oração, e aos frutos gerados pela escuta, silêncio e oração”.
A experiência de batismo no Espírito Santo transforma qualquer pessoa, conduz a querer conhecer Deus mais profunda e intensamente, e conhecendo-O mais, amá-Lo em proporção. É preciso, portanto, moldar-se às leis de Deus e da Igreja: “Missa inteira aos domingos é condição de vida cristã, confissão é estilo de carismático, e a obediência nos liga ao céu”, disse o pregador. Independente da correria do cotidiano, as práticas espirituais merecem prioridade, o amor é prático, requer experiência, necessita ser vivido e partilhado. O sacramento da confissão é transbordamento do amor e da misericórdia de Deus, dos quais precisamos nos encharcar.
É preciso estar em sintonia com o Senhor. “Carismático já tem a fama daquele que reza, mas, como está nossa vida de oração, nossos sacramentos, nossa intimidade com o Senhor”, questiona Paulo. Ser RCC é ter a experiência de estar face a face com o Senhor, sentir Sua presença, comungá-Lo na experiência dos sacramentos. Acolher a lei da Igreja é acolher ao próprio Cristo, acolher Sua santa vontade em nossas vidas.
Com um forte clamor pedindo a cura do Senhor em nossas vidas, para toda resistência, orgulho e limitação, o momento foi encerrado. Os participantes são tomados pela graça de um Espírito Santo que faz novas todas as coisas.


“Cura-me, Senhor, com Teu espírito, pois minha alma sedenta está”.

 
Indique a um amigo
 
 

Copyright © Renovação Carismática Católica - Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados